Pesquisar este blog

quinta-feira, abril 30, 2015

Poesia Fotográfica



Dialogos-IV


Diálogos IV

-Então isso quer dizer o que ?

A interlocutora estava visivelmente perturbada, segui.

-Isso quer dizer que eu não acredito  em traição, em infidelidade essas coisas que acreditas...
-Quantas mulheres tu tens ?
-Algumas...mas e ai ? Qual o problema?

Uma sinfonia de choros, ranho e fungadas...

-Isso não existe Luis Fabiano... ninguém é assim, tu és um anormal...
-Tu acha mesmo?
-Tu precisa de tratamento cara...
-Quem não precisa?
-Isso é ridículo...o meu amor pra ti não é nada então?
-Porque precisa ser assim? Porque o amor precisa ser exclusivo?
-Porque isso é amar...
-Não concordo...meu coração é uma puta...
-O que?
-Isso, eu amo...e vou amar o que aparecer...
-Tu és doente...
-Na minha perspectiva quem é doente é tu...doença feita de egoísmo, de ego e orgulho...
-Não tenho mais nada a dizer...
-Vamos fuder agora então ?




Luís Fabiano.

terça-feira, abril 28, 2015

Cu é o infinito



Cu é o infinito


Sou um homem de rabos grandes
Raspas
Pestanas depiladas
Com viscerais desejos no amanhã
E viciado em apelos tantos
Incongruentes
Insólitos
Insanos
Sou assim...
Pau e alma

Mas quando ti vi...
Confesso totalmente minha doença
Mas sem culpa
Tudo em ti não tinha brilho algum
Estrelas distantes
Como o tanto faz
Como a morte de quem não conhecemos
Então com um sorriso se abriu dos mais cínicos
Viraste o teu cu para mim
Mas primeiro ergueu a saia...
Virou de costas
Então foi baixando a calcinha lentamente...
Inclinou-se um pouco para frente
E abriu o cu...

Tudo o que era nada tornou-se tudo
Ficou me olhando nos olhos
Fera, cínica, puta, cadela e louca...
Abrindo o cu apenas com a força do esfíncter
E apesar da tua magreza apática
A abertura do teu cu
Era um tiranossauro em meio a floresta
Então me disseste: vem Fabiano...enfia aí, não precisa nem molhar... quero a seco.

Mulheres espetaculares que provocam o meu pior
Que se foda o amor...
Quero ser o teu cavalo, o teu lobo e o javali pegando fogo...
Cuspi as virtudes decantadas em saliva de nada
E aquele lindo cu aberto me recebeu
Como uma família que recebe o filho abandonado
Fui enfiando...
Naquele buraco escuro com cheiro da vida
Suor marrom...
E tudo era espaço
Como o espirito ganhando a liberdade
Fiquei ali quentinho...
Queria morar ali
Neste cuzinho tão carinhoso.
Então me olhaste e disseste: não vai dizer nada?
Sorri e não disse nada não
Apenas pensei:

Luís Fabiano.

Teu cu é um infinito !



domingo, abril 26, 2015

Arte Sensual



Arte Sensual 

Nós somos fãs da dupla de artistas residentes na França Mrzyk e Moriceu. 
Eles são conhecidos por seus desenhos a tinta, detalhados em preto e branco. 

Seu trabalho muitas vezes se move entre o humor absurdo e perverso. Nós compartilhamos com vocês o vídeo hipnótico clássico para o tema de Sébastien Tellier -  Olhar, que é dedicado a sua parte favorita da anatomia feminina.



segunda-feira, abril 20, 2015

Lençóis Sujos como lembranças coaguladas




Lençóis Sujos como 
lembranças coaguladas

Por onde andará aquela puta?
Que fudeu minha vida com poesia
Preencheu as lacunas do espirito
E vomitou sobre meu sonhos
Ela se foi

E quando foi 
Eu a odiava o suficiente e acho que odeio ainda...
Vagabunda celeste, 
Gritando em chamas em uma madrugada
Bêbada, drogada, linda e horrenda
Mas a neblina dissipa
E a vida que decanta
Tornando translucido os olhos outrora bêbados

Agora a cadela faz falta...
E não é nem o cu ou buceta que desejo
Me sinto tranquilo, 
Apenas queria ver uma última vez seus olhos
Porem os restos dela ainda estão aqui, comigo
Lençóis que ela nunca trocava
Eu gostava
Com aquele cheiro cosido e forte, misturando-se sono e pesadelos
Suor
Secreções
Baba
Cheiro do cu sujo
Sovaco forte
E o cigarro barato

Tudo isso agora preenche um buraco
Minha memória esgueira os cantos
Entre trajetórias de cometas
E balas perdidas
Destilando embrionárias emoções
Ela voltará?
Por acaso você sabe onde ela tá?




Luís Fabiano.

domingo, abril 19, 2015

Poesia Fotográfica




Dialogos 3


Diálogos - 3


-Fabiano...vamos fazer amor?
-Que?
-Amor... quero fazer amor contigo

Senti uma mistura de asco e indignação.

-Porque simplesmente tu não pode dizer assim: Fabiano eu quero fuder, vamos? Simples assim. Homens detestam esse papinho...
-Porque quero fazer amor, amor, amor...
-Tu queres o meu pau na tua buceta? Não é isso?
-Sim...
-Tu queres que eu te chupe?
-Sim...
-Enquanto estas gemendo e eu fazendo isso, onde ta o amor?
-Ta ali... no ambiente em nossos corações, no ar...
-Sei... uma coisa a dizer: um tesão bem forte é quase amor, e outra eu me excitaria mais tu dizer, vamos fuder, fica lindo uma mulher falando sem frescuras.
-Humhum...
-Foda-se o amor.



Luís Fabiano.

sexta-feira, abril 17, 2015

Diálogos - 2


Diálogos...

Entro no elevador, uma senhora religiosa e mulher muito de vinte e poucos anos com problemas mentais visíveis. Olho pra jovem mulher.
Então a senhora me diz:

-Tenho medo de elevador e avião...
-Sei como é - respondo – mas elevador é mais segundo que avião...

A senhora sorri com certo medo, nisso a mulher, que esta me olhando fixamente diz:

-Oieeee...eu to minha boca bem vermelhinha.. tu quer ver minha boca...
Olho melhor pra ela, apesar da mente perturbada noto que possui tetas enormes...eu apenas sorri a senhora diz para a mulher:

-Para Julieta...não incomoda o senhor

Mas Julieta segue:

-Senhor...eu to com uma calcinha novinha...o senhor quer ver?

Não respondo, ela fala se babando e com a língua meio pra fora,  a velha é religiosa, porem no mucho, dá um tapa na mão da mulher... e diz: 

- Jesus ta vendo tudo isso que estas fazendo.  

Imediatamente a mulher começa a chorar pedindo perdão em voz alta, se cuspindo e com secreções no nariz e mais lagrimas.

Até o quinto andar isso iria demorar pra caralho aquela viagem, gosto de calcinhas novas, a ideia me inspirou.
A insanidade me atrai, cheguei em casa e bati uma punheta.


Luís Fabiano.


domingo, abril 12, 2015

Poesia Fotográfica



Diálogos



Diálogos

Sala de estar,televisão ligada, eu uma mulher e um copo de whisky meio vazio:

-To afim de fazer uma suruba... que tu achas amor? – Eu digo.
-Como assim?
-É isso...fuder, tipo eu tu e outra mulher ou mais duas mulheres não sei...que tal a ideia?
-Achei meio machista esta tua suruba...(a expressão não era amistosa)
-Sei...e ai?
-Quem sabe primeiro, a gente faz assim: tu e mais um ou dois homens...

Fiquei pensando um instante e respondi:

-Tudo bem, quando você quer? Mas você arruma os homens...

Ela se levanta e corre para o banheiro vomitar, então volta limpando a boca:

-Tu achas que sou mulher assim? Desse jeito?
-Que jeito?
-Vagabunda...puta...
-Isso não tem nada haver...é apenas sexo e diversão, um pau e uma buceta ou bucetas...rs
-Mas sexo é sagrado...e deve ser feito com amor...
-Quem falou em amor? To falando de cumplicidade de duas pessoas eu e tu...para fazer algo juntos, transar com outra mulher que nada significa emocionalmente para nós...
-Fabiano, quem tu és?
-Pergunta muito difícil... digamos que hoje sou um cara que quer transar duas ou três mulheres...mas todo mundo quer isso...
-E o amor?
-De quem ?
-O nosso...
-Que tem?

Silencio... um longo e profundo silencio, incomodo, ruidoso.
Existem coisas que não tem como explicar,ou não tem como entender.


Luís Fabiano.

quarta-feira, abril 08, 2015

Rei das Bucetas


Uma Fala do Rei das Bucetas

Sexo é tão importante como respirar, beber agua... sexo seja ele com amor ou sem, o encontro dos genitais é magico...tanto quanto das emoções; o sexo precisa ser praticado diariamente.

Desta forma você alivia a mente, limpa as impurezas do corpo e do espirito também. Sexo solitário ou acompanhado, de este prazer a pessoa mais importe, você”.



Rei das Bucetas.

sábado, abril 04, 2015

Navalhadas curtas: Ganhar é o que importa


Navalhadas curtas: Ganhar é o que importa

Nunca discuto coisa alguma. Acho discussão perda de tempo. Os opositores raramente se rendem ainda que derrotados. Prova da idiotice.
Estava quieto no bar, bebia leve para uma segunda feira, então eles vieram... nada é pior que eles:

-Tem é que prende mesmo...bota essa gente atrás das grade! Se comportam como animais...
-Mas são gente... eles precisam uma atitude do estado, para não caírem na vida do crime... é escola, educação, estruturação familiar a solução...

Estou olhando esses dois de longe, torcendo para fiquem longe... mas como uma voz silenciosa meu ao apelo que não é respeitado... um deles me conhecia e já veio junto da minha mesa...

-Fabiano... precisamos uma opinião... prende ou não prende os adolescentes?
-Sei lá... prefiro ficar de fora...
-Não existe ficar de fora cara...

Provocações geralmente acordam meu profundo cinismo.
Fiquei olhando para os dois... eram realmente dois idiotas falando de algo nada sabiam direito...  Sabiam apenas o que media vendida, se compromete em dizer...e quem crer nisso também é ser meio desinformado.
Meu negócio agora era ganhar dos dois então larguei:

-Não forcem a falar sobre isso...por favor (cara de emoção e choro) ... vocês nunca perderam um parente querido pelas mãos de um criminoso juvenil... tudo isso é uma dor... de quem faz e quem sofre!!

A encenação ficou linda... eles ficaram me olhando, e pedindo desculpas... pra mim...os respeitos... e foram saindo de fininho em silencio como se tivessem 
visto o defunto que nunca existiu.


Luís Fabiano.