Pesquisar este blog

sexta-feira, outubro 21, 2016

O Retorno de merda ao Futuro


A vida por vezes é fragmento melancólico, abandonado onde vicejam lembranças, boas ruins e refazem um breve reflexo sobre o valer a pena ou não a existência...

Por hoje me sinto mais tranquilo, como um animal que talvez está mais domado, mas sereno, e olhado as pessoas nos olhos... alguns poucos que merecem.

Como pensar que em tempos atrás, uma fúria indômita dormia dentro de mim... o tigre por ora deitado e observando o vazio. Creio que não preciso atacar mais, ao menos desta forma, não preciso ferir mais com a frieza de sempre. Sim isso ainda é assim, sou um homem de pouquíssimas emoções, ainda bem, vou sentir falta de quase ninguém.

Um botão aciona e desaciona e tudo volta, é uma certa forma de ver e interpretar. Sempre penso que minha mente é simples demais, despida de artificialismos, de complexidades, de dramas fajutos e encenados... e naturalmente nada afeito a lagrimas.
Eu prefiro assim, é mais humano mais limpo.

A tempos atrás, seria capaz de brigar, como briguei de Marcelo, por causa da buceta de Viviane... sim, lembro que queria mata-lo...  Creio que só não aconteceu porque algumas pessoas interviram.

Quando me olhei no espelho depois de tudo, gostei muito do que vi... olhar dilatado, suor a bicas nas têmporas, cheiro de sangue e sovaco, rosto sangrando, nariz inchado, as mãos machucadas de bater no rosto de Marcelo... puta que pariu me senti muito vivo e sinceramente achei que matar poderia ser uma possibilidade do futuro.

Como uma sombra, tais pensamentos sempre me espreitam...quando algo sai do lugar. Marcelo nunca mais tornou a falar comigo, dizem que o tempo é foda por isso... ontem passei por ele na rua, e todo o pensamento retornou, parei onde estava, o coração disparou, lembrei da linda Viviane, e achei que iriamos brigar, talvez até a morte novamente com dignidade. Mas não, essa é a merda do tempo, Marcelo me viu e me cumprimentou como se nada tivesse ocorrido.
Livrou-se do passado?

De tipo ser humano de merda é esse, que se livra do seu passado? Nada disso meu irmão, nunca livre-se dos teus traumas... eles te salvam de outras merdas da vida. Nada aconteceu e nada é pior, quando nada acontece.

L.F.