Pesquisar este blog

domingo, junho 07, 2009

Doces Pesadelos



Doces Pesadelos

Tudo começou muito nebuloso daquele jeito, quase de jargão típico:onde estou ? Que lugar é esse? Porque estou aqui?

Havia um eco no ar, como se meus pensamentos ecoassem no nada, o chão era macio como um tapete persa até ai, tudo bem, não sou de me assustar fácil.O ambiente nublado era agradável,fumarento, coisas não nítidas e incertezas de viver ou de estar vivo?
Assim foi até eu começar a ouvir um pequeno gemido suave, que parece ser de uma mulher tendo prazer?É?

Sim, aquilo começava a ficar interessante, tentei seguir o som, como um cão a procura do osso próximo, sinto uma mão acariciando suavemente minhas costas...viro-me...e nada, outra mão invisível acaricia meu peito...olho para frente e nada... decido relaxar. Pois sem um fato real é impossível até mesmo sentir medo. Então uma linda morena, cabelos longos e olhos claros vem em minha direção, aquilo começa a ficar interessante.


Ela seminua, seios enormes com largos mamilos a colocar-me na boca, depois outra apareceu, e outra, depois outra, agora eram negras, japonesas, loiras, ruivas, indefinidas,marcianas, iam me cercando, eu o sultão de araque da porra. Subitamente elas foram crescendo em minha frente, ficando desnudas, eram agora mais de quarenta e três mulheres gigantes e peladas, e estranhamente todas elas e absolutamente todas elas eram totalmente peludas, não havia depilação alguma. Aquelas enormes vaginas me abafando, quase me afogando, enormes vaginas peludas maiores que meu rosto, molhadas pingado secreções, gostos diversos.Eu não sabia a qual atender primeiro, lembro-me que todas semi abertas esfregam-se em meu rosto , em um dado momento pensei: Queria morrer assim definitivamente, sufocado em sumos vaginais, caldo de buceta, pelos pubianos de todos os tons.


Por fim, aquelas vaginas foram ficando literalmente vorazes,ferozes, até uma delas engoliu minha cabeça(no sentindo do crânio...) completamente,fui sentindo o ar me faltando, fui sufocando em desespero, por fim abandonei-me a morte inevitável, sentindo aquelas contrações vaginais em minha cabeça, um orgasmo eminente me assassinando... acordei sem ar quase tendo uma ejaculação!

Confesso que lamentei ter sido um sonho. Estava pronto para morrer assim, entre pelos e sucos, mas, logicamente isso suscitou um elevadíssimo pensamento,talvez o mais elevado pensamento da filosofia humana, capaz de realmente alterar paradigmas de nossas concepções de vida, de mundo, de emoção e beleza, sim: depilar ou não ?

Sou um naturista total, no máximo que acho interessante, é um breve aparar de pelos, nada de ausência total de miséria pubiana, isso vai contra a natureza, embora as mulheres em sua grande maioria chamam a depilação, ato de “higiene”, deixando a vagina tão “limpa”,tão sem gosto, tão sem feromônios.


Discordo totalmente disso, pelos, cheiros e gosto, são nossa herança primitiva (uma vagina não tem gosto natural de menta, não é careca naturalmente, não é o berço da higiene hospitalar,se assim o for,não é uma vagina...) total, proteção,calor e design, uma vagina sem pelos não tem expressão alguma, quase não lembra uma mulher de verdade. 


De minha parte sou muito enfático nisso, nunca senti muito tesão por mulheres 100% depiladas(carecas), não sei bem porque,mas elas me são algo broxantes, sem gosto de prazer, em meuS vagos pensamentos “Sadenianos” e hipócritas, sou apreciador do natural, quase brutal por assim dizer.


Pelos vaginais enormes, imensos, tufos de prazer visual acordando o mais primal dentro dos homens, primal e anjo pois, se existe originalidade na intenção, essa de alguma forma nos aproxima do sublime, ainda que por caminhos de viés, o grito, o urro, o berro de um prazer tão nosso quanto o respirar.

Mas por um momento aquele pesadelo me pareceu tão real, um doce e real pesadelo,morreria com todo prazer.


Dedicado de coração, as carecas, as densas matas e as que estão em um caminho intermediário a isso.
Fraternalmente
Luís Fabiano.


6 comentários:

Anônimo disse...

Isso tudo quer dizer, que adorarias te relacionar com uma macaca,uma ursa, uma gorila?
Eu creio mesmo que isso deve estar longe de ser verdade.

Ana

Luis Fabiano disse...

Isso é uma proposta?
Zoofilia é crime,logo os animais estão longe de meu querer.
Quanto a verdade dos pelos, é relativa,verdade é interpretação, minha predileção é pelo primevo, não acho graça, sentido ou mesmo prazeiroso uma dama de todo "limpinha demais",cheiro de sabonete,perfume etc... não é cheiro de mulher,de femea.

Manoel Soares Magalhães disse...

Nossa, que escracho!!!!! Grandes aventuras, hem?! Me diz ai: a mulher da foto está dando à luz a um gurilão? Grande Fabiano!

Luis Fabiano disse...

É amigo, creio que ela esta dando a luz,não sei bem a o que, mas te digo eu lhe faria as honras com todo prazer que merece, ela é maravilhosa.
Valeu Magalhães.

Anônimo disse...

Tal como Deus a deu ao mundo! gosto. Quem não sabe f.... é que os pentelhos enpatam.

Anônimo disse...

Olha amigo, eu gosto muito de mulher do jeito que vier mas prefiro que ela esteja com os pelos no lugar. É lindo